segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Cadeirinha de alimentação - a minha escolha

Um pouco depois que as meninas nasceram já comecei a pensar onde as colocaria para dar comida quando chegasse o momento. Sabendo que eu não teria espaço para um caldeirão, quem dirá dois, e que minha mesa é toda de vidro, descartei também os modelos que prendem no tampo da mesa. A opção que eu tive era procurar por modelos que prendessem na cadeira. 

Tendo isso como ponto de partida comecei a pesquisar modelos, marcas e valores. Resumindo, encontrei uma cadeirinha que adorei: Fisher Price Space Saver High Chair.
Fonte: Amazon
Vamos matar logo a curiosidade e descobrir o que ela tem.
- É leve, muito leve.
- Se adapta a quase todas as cadeiras.
- O tecido é lavável, e sai facilmente da cadeirinha. Aqui em casa já passou pelos testes mais criteriosos e passou com louvor, leia-se papinha de beterraba e feijão. Passei um pano úmido e saiu tudo.
- Se você quiser, pode comprar capas extras para o assento e ir variando.
- A bandeja é bem prática de se colocar e tirar, vai na máquina de lavar louça e tem espaço demarcado para copo.
- O encosto reclina em 3 níveis, por isso o modelo pode ser usado desde quando os bebês são bem pequenos.
- O encosto pode ser retirado conforme a criança cresce, e vira uma espécie de booster. Pode ser usado em crianças de até 22kg.
- O assento tem dois níveis de altura. 
- Cinto de segurança com 5 pontos.
- A montagem foi tranquila, e o manual é de fácil compreensão.

Agora o único porém, nunca vi para vender aqui no Brasil. Somente pela internet e por preços exorbitantes. Aproveitei que minha mãe foi para os EUA e encomendei. Custou em torno de U$50 e foi bem fácil de encontrar, mas tem em sites especializados também (ex: Babies R US, Buy Buy Baby, Amazon). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário