quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Crônicas de uma mãe: vamos dar uma volta?

Aí, estão os dois ali sentados num final de tarde de sábado, curtindo um raro momento de calmaria, as bebês brincando em suas respectivas cadeirinhas até que ele se pronuncia:

- vamos dar uma volta com elas? Daí elas se cansam um pouco, e dormem melhor durante a noite (essa seria uma das noites sem a babá noturna).
Eis que ela concorda e questiona: -onde?
Ele: a essa hora só se for no shopping.
E então meu povo é dada a largada, é como se num cantinho da tela estivesse um cronometro só de olho naquela mera coadjuvante no meio do caos que está por vir. Será que ela consegue? Será que vai ser mais rápida que da outra vez? Quem é ela? A mãe ora pois, ela que por 9 meses meses foi a grande atração, agora deixa o palco para as novas estrelas do pedaço, as bebês.
Então ela levanta e vai até a cozinha, pega o potinho de levar a fórmula, pega a lata da fórmula, abre o potinho, mede a quantidade exata para umas 3 mamadeiras (nunca se sabe, é melhor que sobre) e coloca no tal do potinho. Fecha o bendito potinho. Pega 3 mamadeiras, coloca-as no microondas pra aquecer a água (que já estava previamente fervida, ufa!!). Enquanto aquece ela guarda a lata da fórmula e troca a água do potinho das cachorras. Piiii, piiii, piiiii. Mamadeiras aquecidas, pega tudo e parte rumo ao quarto dos babies.
Abre o guarda roupa, pega a bolsa de passeio, confere se o trocador, lenço umedecido, lenço para limpar os bicos, fralda, pomada, álcool gel, necessaire, saquinho plástico para roupa suja, cópia das certidões de nascimento estão todos ali. Vai para a cômoda, pega dois bodies, duas calças, dois pares de meia e coloca tudo dentro de um saquinho que vai pra dentro da bolsa. Coloca as 3 mamadeiras e claro, o potinho com a fórmula, dentro da necessaire e coloca tudo na bolsa. Pega um brinquedo para cada bebê. Coloca na bolsa. Bebês babam, e babam muito então pega dois paninhos de boca e dois babadores. Coloca na bolsa. Como é inverno, pega duas toucas e coloca também na bolsa. Vai pro quarto dela e pega a carteira (depois que se é mãe, carregar bolsa pra que se só se precisa da carteira, celular e chaves? E pensar em todo investimento feito naquela Louis Vitton durante as férias em Cancun). Volta com a carteira, coloca na bolsa que ainda está na cômoda. Pega a bolsa, vai pra sala. Ali pega o celular e as chaves de casa e coloca no bolsinho da bolsa. Vamos lá!!! Já estamos quase na metade!!! Volta pro quarto das bebês, escolhe uma roupinha para cada uma (nada de vestir igual por favor!). Será que coloca vestidinho ou calça e body? Vestidinho é mais bonito, mas tem que colocar meia calça, logo dá mais trabalho e vai que está mais frio do que o esperado? Vamos de calça e body. Abre a gaveta olha para as fileiras de calças, pega duas. Olha para a pilha de bodies de manga longa, olha para as calças, vê o que combina com o que, e pega dois. Meia? Reza para a que elas estiverem usando combine com a roupinha escolhida (desde quando amarelo não combina com roxo?).
Vai pra sala, pega a primeira bebê que vê pela frente e volta com ela pro quarto. Coloca a bebê no trocador. Pega uma fralda. Coloca água da térmica na lavanda (o tal potinho que vai a água, afinal lenço umedecido só se for mesmo necessário), abre outro potinho com os algodões, pega uma bolinha e fecha o potinho. Coloca o algodão na lavanda. Troca fralda, aquela coisa toda, reza para não tomar um banho de xixi ou ainda, para que a bebê não faça xixi enquanto está sem a nova fralda. Ufa! Dessa vez, sem acidentes! Pega a muda nova de roupa que escolheu, troca a bebê, penteia toda aquela cabeleira. Pronto. Bebê 1 ok. Leva a bebê para a sala, coloca de volta na cadeirinha, pega a bebê 2 e repete tudo de novo. Ufa! Sem acidentes também! Leva a bebê de volta para a sala e coloca na cadeirinha.
Corre para o quarto do casal, entra no banheiro, joga uma água na cara, penteia os cabelos enquanto escova os dentes. Coloca a primeira calça jeans que enxerga. Pega uma bota e enfia no pé. Abre o guarda roupa e pega uma blusa previamente escolhida em pensamento enquanto estava enchendo o potinho com a fórmula. Volta pro banheiro, passa um rímel, um blush e um gloss pra não sair de cara lavada. Abre o guarda roupa, pega um cachecol, vê um casaco que combine com a roupa (e que não a engorde, que disfarce a barriguinha que ainda reluta em sumir, que aqueça mas que também não a deixe morrendo de calor e que seja fácil de carregar). Coloca o casaco.
Nisso o marido já desceu para a garagem com uma das bebês e com a bolsa de passeio. Apaga as luzes da casa, deixa só a sanca da sala acesa. Pega a bebê que ficou na cadeirinha. Era só o que faltava. Fralda suja. Tira o casaco e o cachecol. Coloca a bebê no trocador. Abre a gaveta e pega a fralda. Pega lenço umedecido, sim, será necessário. Coloca água na lavanda, abre o potinho, pega algodão, coloca o algodão na lavanda. Tira a roupa da bebê, pois a essas alturas a fralda já vazou. Troca a fralda, escolhe outra roupa para colocar e veste a bebê. Nisso percebe que quando pegou aquele serzinho fofo no colo, a fralda já tinha vazado tanto que sujou sua blusa. Sim! Aquela que ela já tinha escolhido mentalmente lá no início da história. Pega a bebê, vai pra sala e a coloca na cadeirinha. Vai pro quarto, pega a primeira blusa que vê pela frente, enrola o cachecol de qualquer jeito no pescoço e volta pra sala pegar a bebê. Nisso, o marido abre a porta de casa com a outra bebê no colo preocupado e querendo saber o que aconteceu. Coloca as cachorras na cozinha e fecha a porta. Pegam o elevador rumo a garagem. Vão pro carro e colocam as bebês no bebê conforto. Ufa! Acabou. Ela conseguiu! Meia hora depois e tudo estava pronto! Ah! Ele? O que ele fez nessa meia hora? Ele se arrumou.
*os fatos aqui descritos são ficção.
**Dizem que a vida imita a arte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário